March 28, 2006

VAIDADE

Sonho que sou a Poetisa eleita,
Aquela que diz tudo e tudo sabe,
Que tem a inspiração pura e perfeita,
Que reúne num verso a imensidade!
Sonho que um verso meu tem claridade
Para encher todo o mundo! E que deleita
Mesmo aqueles que morrem de saudade!
Mesmo os de alma profunda e insatisfeita!
Sonho que sou Alguém cá neste mundo ...
Aquela de saber vasto e profundo,
Aos pés de quem a Terra anda curvada!
E quando mais no céu eu vou sonhando,
E quando mais no alto ando voando,
Acordo do meu sonho ... E não sou nada! ...

Florbela Espanca ( Livro de Mágoas)

3 Comments:

Blogger Jornal Vivo said...

A pedido de um amigo, irei divulgar alguns sonetos de Florbela Espanca, amanhã iremos falar de teatro, um excelente trabalho como já vem sendo hábito da nossa colaboradora ”GR”, devo dizer, que muito me esforço para inventar um nome a partir destas iniciais, mas em vão, e com alguma tristeza, mas quem sabe, talvez um dia.
PS: Quanto à mudança do icon do Jornal Vivo, não pensem que é a minha fotografia, sou do sexo oposto, a ideia foi dar um ar mais feminino, ou antes mais suave ao visual deste blog. Mas estou aberto a opiniões.

1:14 PM  
Anonymous GR said...

Florbela Espanca, uma poetisa complexa, em virtude das suas contradições sobre a sensibilidade feminina! Mulher de grandes paixões!
Uma grande poetisa!

Este é um blog contém grande força na palavra e na imagem.
Extremamente bem trabalhado.
Nem sempre a vontade significa qualidade.
Estas linhas “desalinhadas” nem sempre servirão para fazer um post!
Darão talvez para um modesto comentário.
Agradeço as palavras simpáticas, mas a preservação de um dos melhores blog é também necessária!

Um forte abraço,

GR

2:41 PM  
Anonymous ANA said...

A Florbela Espanca é a minha poetisa preferida! ... Adoro florbela, e estou a gostar do teu blog, por agora deixo bjos.. um bom resto de semana. ...

12:23 AM  

Post a Comment

<< Home

Powered by Blogger


More Free Music at MP3-Codes.com